Buscar a Deus, buscar o Amor!






Procurar a Deus é buscar o amor, porque Deus é amor, afirma o apóstolo e evangelista João (1Jo 4, 8.16). O amor é a maior coisa do mundo, realmente digna do ser humano, feito para as grandes conquistas. Desde a Antiguidade os homens se puseram o grande problema: qual é o bem supremo? Fora do âmbito religioso, procurou-se o poder, o saber, as riquezas, as honras, o prazer. No campo religioso, muitos acham que a maior seja a Fé, pois é ela a força dominante da religião. Sem a Fé, não há religião, embora as religiões pagãs não exigiam a fé.

No bordado da misericórdia

Luiz Santinácio*



            Nos tempos mais próximos da chegada do Messias o judaísmo também conheceu o amor universal para com o estrangeiro, o pobre, o adversário, o inimigo (cf. Dt 10, 18s). Se aos Israelitas era ordenado amar ao próximo como a si mesmo (cf. Lv 19, 18) e a palavra próximo tem, inegavelmente, um sentido bastante restrito, o Senhor Jesus aos seus discípulos manda amar como Ele os amou (cf. Jo 15, 12-13).

Eucaristia: fonte e vida da Igreja

A iniciação cristã, começada com o Batismo e com a Crisma completa-se com a Eucaristia que, como alimento divino, nutre e aumenta no Home...