Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Morte

A pacata vida de um povo: POVO marginalizado

Luiz Santinácio*
Às margens do velho rio, inúmeras comunidades, muitas delas remanescentes de tribos e/ou Nações indígenas enraizadas no solo Terra Brasilis, numa intensa relação homem-meio ambiente, naquela interação que faz crer numa co-responsabilidade e/ou naquela mútua responsabilidade; de mútua manutenção das fontes de vida que pululam no vasto horizonte da vida que visceja e insiste em proclamar vida. Dos mananciais aquíferos, muitos dos quais não mais pujantes como dantes.

Res publica da Severina numa alusão à Vida e à Morte de um Povo, de uma Nação, de um Estado esfaçelado!

Durante alguns dias venho refletindo acerca do primeiro post nos blogs que edito, inclusive Caminhos de Santidade que carrega o título do livro Caminhos de Santidade - Um itinerário espiritual com Paulo, Bento de Núrcia e Bernardo de Claraval - Ascese e Mistica". À proposta primeva de ambos os projetos é conduzir o Homem, entendido cá, Humanidade, ao pleno desenvolvimento em todos os aspectos das suas potencialidades. Pensei refletir acerca do desenvolvimento psicológico que é, senão, o amadurecimento do ser humano que "caminha", em nossa realidade  hodierna.